Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Doação de óvulos

A doação de óvulos é utilizada nos casos em que os ovários não produzem os próprios óvulos (por causa de disfunção, defeitos congênitos, esgotamento prematuro da função ovariana ou menopausa), bem como em casos de repetidas tentativas infrutíferas de fertilização artificial com embriões de má qualidade. Também, os óvulos doados são utilizados quando existe um risco de transmitir doenças hereditárias.

Quem pode ser uma doadora?

Segundo as recomendações da ASRM (Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva) e a ESHRE (Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia), a doadora deve ter menos de 30 anos de idade e estar em boa saúde física e mental. Nós não usamos oócitos das doadoras que têm na sua história médica doenças oncológicas, cardíacas, renais, doenças hereditárias e sexualmente transmissíveis, doenças mentais, alcoolismo e uso de drogas.

Os programas de doação são anônimas. A família que usa óvulos doados não pode ver fotos da doadora, mas apenas é informada sobre os seguintes parâmetros: altura, peso, cor do cabelo e dos olhos, etnia, educação, grupo sanguíneo, fator Rh e se tem família e crianças.
A idade desejada da paciente (a mulher para quem são utilizados os óvulos doados) é até 50 anos. Nenhumas informações sobre a paciente são disponíveis para a doadora. A mulher donatária deve ser examinada por um terapeuta. É necessário fornecer um atestado médico sobre a ausência de contra-indicações para a gravidez e o parto.

A eficácia da transferência de embriões dentro do grupo de pacientes que usam óvulos doados ainda excede a eficácia em pacientes com programas de FIV ordinários, atingindo 50-60% por ciclo.

Indicações para a fertilização in vitro com uso de óvulos doados

vv_icoausência de óvulos causada por: menopausa natural, síndrome de esgotamento prematuro dos ovários, condição após a remoção do útero, radioterapia ou quimioterapia, anomalias de desenvolvimento (Síndrome de Turner, disgenesia gonadal, etc.);

vv_ico presença de mutações genéticas nos oócitos em mulheres com doenças hereditárias associadas com sexo (distrofia muscular de Duchenne, ictiose ligada ao X, etc.);

vv_ico repetidas tentativas mal sucedidas de fertilização in vitro com resposta insuficiente à indução da superovulação; repetido recebimento de embriões da má qualidade, a tranferência dos quais não causa a gravidez.

As contra-indicações são as mesmas que para o procedimento de FIV.

Exames e testes da uma doadora de óvulos

  1. Para o grupo sanguíneo e fator de Rh.
  2. Conclusão de um psiquiatra (uma vez).
  3. Exame ginecológico (antes de cada tentativa de FIV).
  4. Fluorografia (válida durante 1 ano).
  5. Exame de sangue para HIV, RW, marcadores para a hepatite B e C (válido durante 3 meses).
  6. Determinação das Ig G e M para toxoplasma, rubéola, citomegalovírus, herpes (válido durante 12 meses).
  7. Esfregaço higiénico (válido durante 2 semanas).
  8. Exame bacteriológico do material cervical: clamídia, micoplasma, ureaplasma, tricomonas, Candida, gonorreia (válido durante 12 meses).
  9. Esfregaço oncocitológico do colo de útero (válido durante 12 meses).
  10. Estudo do cariótipo.
  11. Exame molecular e genético para a fibrose cística.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.